Arena do Pavini

O que o mercado tem a dizer para o investidor

Wall Street – Poder e Cobiça

wall_pequeno

O filme de 1987 de Oliver Stone é um dos clássicos do cinema a respeito do mercado financeiro. Ele conta a história de um ambicioso jovem de classe média, Bud Fox (Charlie Sheen antes das loucuras de “Two and a Half Man”), que em 1985 arruma emprego em uma corretora importante de Nova York e se vê deslumbrado com o luxo e o poder de Wall Street. Mas, para subir na empresa, o dono da corretora, Gordon Gekko (Michael Douglas) quer que ele traga informações privilegiadas de investimentos. Fox passa então a fazer o trabalho sujo, espionar executivos de empresas e concorrentes para passar informações de negócios para Gekko, em troca de favores que incluíam desde bônus e festas luxuosas até a companhia de mulheres deslumbrantes. O ápice da decadência de Fox é quando ele passa informações sigilosas da companhia aérea onde o próprio pai (Martin Sheen, pai de Martin na vida real) trabalha para agradar ao chefe. Até que ele percebe que está encrencado e resolve mudar sua vida, o que o filme vai mostrar que não é tão fácil.

A história é o retrato de uma época em que o mercado americano passava por uma onda de otimismo que se encerrou com a crise de 1987 e que, assim como a crise de 2008, provocou perdas para muitos investidores e despertou a ira contra Wall Street. Havia também um sentimento muito negativo com o mercado pelas operações de aquisição hostil contra empresas, prenúncio do crescimento do poder dos fundos de private equity, que passaram a dominar o mercado nos anos 2000.

O filme mostra também que mesmo nos Estados Unidos, onde as regras são duras e quem mexe com informações privilegiadas pode ir preso de verdade, ainda havia um esforço para evitar as irregularidades e a manipulação de preços. E também como o dinheiro de Wall Street acaba por seduzir os menos preparados.

Nem se cogitava na época que o problema da falta de ética e a sede de enriquecer a qualquer custo poderia ir mais longe, chegando também às empresas, como mostraram as fraudes cometidas pela companhia de energia Enron. Ou mesmo como esse mercado acabaria envenenado pela ganância que levou ao exagero da bolha das operações subprime, de empréstimos imobiliários de alto risco. Ou que o simpático e insuspeito Bernard Madoff, presidente da Nasdaq, se mostraria um golpista que manteve por anos uma pirâmide que deu prejuízos de US$ 60 bilhões a milhares de investidores. Mas essas são outras histórias.

 

Wall Street – Poder e Cobiça
Diretor: Oliver Stone
Ano: 1987
Duração: 126 minutos
Gênero: Drama

  • Artigo publicado quarta-feira, 25 de julho, 2012

  • Compartilhe:
  • e-mail


Editorias Arena do Pavini