Eduardo Tavares

Em dia de pesquisa Datafolha, Ibovespa fecha em queda de 1,24%

O Índice Bovespa abriu a sessão de hoje em queda e acentuou as perdas ao longo da tarde, para fechar o pregão com 1,24% de desvalorização, aos 58.374 pontos. A expectativa antes da divulgação de nova pesquisa eleitoral manteve o índice em terreno negativo, descolado do movimento nas principais bolsas dos Estados Unidos e da Europa. O giro financeiro na sessão de hoje foi de R$ 8,49 bilhões

Ibovespa tem queda em dia de pesquisa Datafolha

O Índice Bovespa opera em queda desde a abertura do pregão de hoje, destoando dos mercados europeu e americano. O mercado mantém a expectativa pela divulgação da pesquisa eleitoral feita pelo Datafolha, que deve sair hoje à noite. Por volta das 11h30, o índice tinha queda de 0,34%, chegando a 58.909 pontos

Ibovespa sobe 1,5%, mas fecha estável após Fed; dólar vai a R$ 2,36

O Índice Bovespa fechou o pregão de hoje no zero a zero, depois de ter subido quase 1,5% impulsionado pela pesquisa Ibope. Após a decisão do Federal Reserve (banco central dos EUA), o Ibovespa terminou o dia com queda de 0,01%, aos 59.108 pontos. A reunião do Fed fez a moeda americana subir 1,24%, para R$ 2,36 no mercado comercial.

Fed diz que juro seguirá baixo “por tempo considerável” após fim de estímulos

O Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) anunciou hoje a decisão de manter a taxa básica de juro do país no menor patamar histórico, entre zero e 0,25% ao ano. Segundo comunicado divulgado há pouco, a autoridade monetária afirmou que o juro seguirá nesse patamar “por um tempo considerável” após o fim do programa de recompras de ativos

Ibovespa opera em alta após pesquisa Ibope

O Índice Bovespa opera em alta de 0,97% na manhã de hoje, chegando a 59.686 pontos. A principal carteira teórica de ações da bolsa brasileira reage à divulgação de nova pesquisa eleitoral divulgada pelo Ibope, mostrando leve recuperação do candidato do PSDB, Aécio Neves, e queda da presidente Dilma Rousseff, do PT

Ibovespa sobe 2% com rumores sobre eleições; Petrobras avança quase 5%

As especulações sobre a corrida eleitoral voltaram a mexer com a bolsa brasileira. Embalado pelos rumores de que uma nova pesquisa de intenções de voto mostrará recuperação da candidata do PSB, Marina Silva, o Índice Bovespa teve forte alta, fechando com 2,01% de valorização, aos 59.114 pontos. O giro financeiro no pregão de hoje foi de R$ 10,02 bilhões. No mês, o Ibovespa registra queda de 3,55%

Itaú cresce menos em 2015, mas ainda é melhor opção, diz BTG

O ambiente econômico adverso no Brasil limitará o crescimento do lucro do Itaú Unibanco em 2015, segundo analistas do banco de investimentos BTG Pactual. Apesar disso, o banco deve seguir com boa rentabilidade no ano que vem. Dentre as opções do mercado brasileiro, as ações do Itaú são as preferidas do BTG como indicação para quem quer investir no setor

Dilma se recupera e Ibovespa tem pior semana desde maio de 2012; dólar vai a R$ 2,34

Uma sequência de pesquisas eleitorais mostrando a recuperação da presidente Dilma Rousseff (PT) na corrida presidencial após a “onda Marina” fez o Índice Bovespa ter sua pior semana desde maio de 2012. No pregão de hoje, o Ibovespa fechou em queda de 2,42%, chegando aos 56.927 pontos. Com o desempenho, o índice acumulou queda de 6,19% na semana, o pior desde maio de 2012