Arenas das Empresas, Negócios

Santander cai 7% após fundo soberano do Qatar anunciar venda de 2,5% do capital

santander_banco_espanha

As units (recibos de ações) do Santander Brasil fecharam em forte queda hoje, de 7,41%, aos R$ 28,35, a maior do Índice Bovespa, após o maior acionista individual do banco no país, a Qatar Holding, fundo soberano do governo do Qatar, anunciar que vai vender metade de sua participação. Hoje, a Qatar tem 5% do capital do Santander Brasil e deu início a uma oferta pública de 2,5% do capital do banco no Brasil e em Nova York. Serão cerca de 80 milhões de units.

A holding é um parceiro estratégico mundial do Grupo Santander. Em 2014, o Qatar havia dado uma demonstração de confiança na operação brasileira, ao manter a posição durante a oferta feita pelo controlador Santander para comprar todos os papéis em circulação com um acréscimo de 20% sobre o valor em bolsa.   Segundo comunicado do Santander, a oferta de 50% da participação do Qatar “representa o reconhecimento do desempenho atual do Santander Brasil, bem como a confiança da Qatar Holding na continuidade da performance do banco no país”. A operação, continua o comunicado, deverá aumentar de forma significativa a liquidez dos papéis, representando um benefício de curto e médio prazo para a operação ao permitir que mais acionistas participem do crescimento do Santander no Brasil.

O impacto imediato de uma oferta desse tamanho, porém, derrubou os preços das ações. A oferta terá o Santander como coordenador, ao lado do Bank of America Merrill Lynch e o Credit Suisse.

Artigo AnteriorPróximo Artigo