Arenas das Empresas, Notícias do dia

Aécio é alvo de operação da PF em Minas, Rio e Brasília; policiais bloqueiam Congresso

policia_federal_PF

Agentes da Polícia Federal estão, desde as 6h15, cumprindo mandados de busca e apreensão nos gabinetes dos senadores Aécio Neves (PSDB-MG), Zezé Perrela (PMDB-MG) e do deputado Rocha Loures (PMDB-PR). Os agentes chegaram em seis carros e, neste momento, o acesso ao Anexo 1 do Congresso Nacional está restrito.

No início da noite de ontem, o jornal O Globo publicou reportagem, segundo a qual, em uma gravação de delação, o dono do grupo JBS, Joesley Batista, diz que o presidente do PSDB teria pedido R$ 2 milhões ao empresário. O dinheiro, segundo Aécio, seria usado para o pagamento de um advogado de defesa do senador no processo da Operação Lava Jato.

O dinheiro teria sido entregue a um primo de Aécio. A reportagem diz ainda que a entrega foi registrada em vídeo pela Polícia Federal. A PF rastreou o caminho do dinheiro e descobriu que o montante foi depositado numa empresa do senador Zezé Perrella. Aécio afirma em nota que está tranquilo e que fez um pedido pessoal ao empresário, não cometendo nenhuma irregularidade.

Segundo o jornal, ainda não há confirmação de que a delação do empresário tenha sido homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

As informações são da Agência Brasil.

Artigo AnteriorPróximo Artigo
Receba nossas novidades no seu e-mail.
Enviar