Arena Renda Fixa, Títulos Públicos

Semana terá revisão da meta fiscal, tensão EUA X Coreia e fim dos balanços com JBS e Sabesp

jbs_logo_friboi

O mercado financeiro entra na terceira semana de agosto enfrentando um clima político ainda agitado, agora digerindo a vitória do presidente Michel Temer na Câmara. Já na segunda-feira, as atenções devem estar voltadas ao provável anúncio da revisão da meta fiscal para 2017 e 2018, além das pressões para uma nova reforma ministerial, com o ‘centrão’ querendo cargos e parte do PSDB buscando permanecer no governo.
A necessidade de apresentação do projeto de orçamento para 2018 neste mês, dizem analistas, deve obrigar o governo a rever planos para receitas e despesas. “A dificuldade de emplacar a alta do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) e outros tributos menos visíveis aparentemente levou a equipe econômica a propor mudanças drásticas do lado das despesas”, destaca o Banco Fator.

Também podem surgir propostas para aumentar impostos em algum setor menos sensível. Nesse sentido, podem aparecer novos detalhes do projeto do governo de mudar a tributação das aplicações financeiras. A mudança tem de ser feita este ano, para valer já no ano que vem. Entre elas, a principal deve ser o fim da isenção para papéis emitidos por bancos com lastro em crédito imobiliário (LCI) e do agronegócio (LCA).

Resultados incluem JBS, CCR Sabesp e Banrisul

Na economia, se encerra no dia 15 a temporada de divulgação dos balanços do segundo trimestre das empresas, com a maioria apresentando seus números amanhã, dia 14. Atenção para os resultados dos frigoríficos, em especial a JBS, envolvida em escândalo de pagamento de propina a políticos e pivô da crise política, já que seu sócio Joesley Batista gravou conversa com o presidente Temer sobre assuntos pouco republicanos. Saem também os números dos concorrentes Marfrig e Minerva.

Além dos frigoríficos, saem dados da Sabesp, Banrisul, a empresa aérea Azul, as construtoras PDG Realty, Even e EZTEC e a incorporadora Lopes e Rossi Residencial, as elétricas Cemig, CEEE, as empresas de shoppings General Shopping e BR Malls e JHSF, além de CVC Viagens, Saraiva Livreiros, Profarma, Qualicorp, IH Pardini, Somos Educação e CCR, entre outras.

Focus mais tranquilo

A divulgação do relatório Focus na segunda-feira não sinaliza novidades, com estimativas para Selic e inflação convergindo para casa dos 7,5% e pouco abaixo dos 4%, respectivamente, de acordo com estimativa da equipe do Fator. A partir da terça-feira, indicadores de varejo e serviços poderão reforçar a dinâmica positiva do consumo.

Otimismo com o varejo

Para o banco Bradesco, já se observam sinais incipientes de melhora da economia, especialmente no comércio. “Além dos indícios de melhora do mercado de trabalho nos últimos meses, devemos considerar os efeitos dos saques do FGTS e as condições mais favoráveis de crédito”, diz em relatório a equipe de analistas do banco.
Os resultados das pesquisas do comércio (PMC – Pesquisa Mensal do Comércio/IBGE) e de serviços (PMS – Pesquisa Mensal de Serviços/IBGE), referentes a junho, serão balizadores importantes e devem acrescentar novos sinais desse movimento.
“Estimamos que a PMC aponte alta de 0,3% e, com isso, o indicador deve terminar o segundo trimestre com alta acumulada de 0,2%, consolidando-se como um dos principais vetores positivos para o PIB no período”, diz o banco, esperando ainda que o resultado do IGP-10 de agosto mostre queda de 0,05%, reforçando a tendência desinflacionária.

Coreia X EUA preocupa

No cenário político internacional, a crise entre a Coreia e os EUA, que ao longo da semana passada só fez piorar, arrefece um pouco, mas ainda preocupa, e os investidores esta semana ainda vão estar muito ligados na tensão geopolítica e seus desdobramentos.

“Segundo os analistas, não são muitas as chances de efetivamente haver conflito entre os dois países, com a adesão do Japão e Coreia do Sul; de qualquer forma, os efeitos já estão aí, com os ajustes dos mercados”, diz o economista-chefe do home broker Modalmais, Alvaro Bandeira.

Ibovespa nos 68 mil novamente

Considerando a análise técnica, Bandeira diz que segue acreditando que o Ibovespa pode tentar buscar novamente o patamar acima de 68.000 pontos, e depois traçar objetivos ainda maiores. “Somos da opinião que alguma reforma (Previdência, Tributária e Política) sairá, ainda que emagrecida, mas o suficiente para melhorar o humor dos investidores de mais longo prazo, vazios de aplicações de renda variável.”
Para a equipe do BB Investimentos, as tensões geopolíticas entre EUA e Coreia do Norte deve permanecer fazendo preço nos mercados mundo afora, embora seja visível um arrefecimento na animosidade.
“No Brasil as atenções irão se voltar para o provável anúncio da revisão da meta fiscal para 2017 e 2018, o que deve nortear os negócios, a depender de sua existência, e do tamanho da diferença a ser anunciada frente aos atuais déficits previstos – R$ 139 bilhões para este ano e R$ 129 bilhões para 2018”, afirmam os analistas em seu relatório.
Indicadores de atividade
A agenda econômica internacional, segundo análise do Bradesco, estará concentrada esta semana nos indicadores de atividade e na ata dos Bancos Centrais dos EUA e da Europa. A semana também terá  divulgação dos dados de atividade econômica da China, que devem apontar para alguma moderação do crescimento entre junho e julho.
Os primeiros indicadores de atividade do terceiro trimestre dos EUA deverão, pelas estimativas do banco Bradesco, sugerir uma expansão do PIB ao redor de 2,5% no período (anualizada).
Na mesma direção, os dados da área do Euro deverão reforçar o tom positivo da atividade na região. “Em relação às atas dos Bancos Centrais (EUA e Europa), a atenção estará voltada para as sinalizações em relação à redução do balanço, no caso do Fed, e à expansão quantitativa no caso do BCE”, ressalta o Bradesco.

ALTUS S/A
ALUPAR
AZUL
BANRISUL
BR HOME
BR MALLS PAR
BRQ
CCR SA
CCX CARVAO
CEDRO
CEEE-D
CEEE-GT
CELESC
CEMIG
CINESYSTEM
CONTAX
CTC S.A.
CVC BRASIL
EVEN
EZTEC
FERBASA
FORNODEMINAS
GENERALSHOPPING
IDEIASNET
IH PARDINI
JBS
JHSF PART
LOPES BRASIL
LUPATECH
MAESTROLOC
MARFRIG
MINERVA
MMX MINER
NORTEC QUIMICA
OMEGA GE
PARANA
PDG REALT
PINE
POMIFRUTAS
PRATICA
PROFARMA
QUALICORP
ROSSI RESID
SABESP
SAO CARLOS
SAO MARTINHO
SARAIVA LIVR
SOMOS EDUCA
SPRINGS
TARPON INV
TRISUL
TUPY
OGX PETROLEO
QUALITY SOFT
Artigo AnteriorPróximo Artigo