Arena Previdência, Planejamento Financeiro

Furacão Irma chega à Flórida com ventos de 215 km/h e mata três; embaixadas ficam em alerta

furacão_irma_miami_EUA_clima_tempestade

O furacão Irma causou a morte de três pessoas na Flórida, estado que recebeu nesta madrugada o impacto do olho do ciclone em suas ilhotas no extremo sul dos Estados Unidos, informaram meios de comunicação locais.

Um homem morreu no sábado quando a caminhonete que conduzia sofreu um acidente no condado de Monroe, onde se encontram as ilhotas, após perder o controle do veículo devido a um golpe de vento.

Segundo a emissora de televisão ABC, outras duas pessoas morreram em um acidente no condado de Hardee, no interior da Flórida, devido às fortes chuvas provocadas pelo furacão.

Tocou a costa hoje

O furacão Irma tocou a terra neste domingo, nas ilhotas da Flórida, no extremo sul dos Estados Unidos, com ventos de até 215 quilômetros por hora (km/h), informou o Centro Nacional de Furacões (NHC). Em um boletim especial, emitido às 7h (horário local, 8h em Brasília), o NHC indicou que a parte norte do olho do furacão alcançou as ilhotas da Flórida, onde há horas se sentem com força os embates do vento. As informações são da Agência EFE.

Irma, que deixou um rastro de pelo menos 25 mortos e consideráveis danos materiais no Caribe, se encontra a 25 quilômetros ao sudeste de Key West e se desloca a uma velocidade de 13 km/h.

Miami já sente impactos

Em Miami, a força dos ventos e as chuvas geradas pelo furacão já começaram a fazer estragos na manhã de hoje. Há ruas inundadas e árvores caídas. As ruas, totalmente vazias, são iluminadas pela intensidade dos raios e o forte vento se deixa notar nos edifícios da cidade, que recebem o impacto de objetos que saem voando devido às fortes sequências.

Em Miami Beach, a popular Collins Avenue também se viu inundada e se teme que os efeitos possam ser muitos piores à medida o furacão vá se aproximando e gere um possível aumento do nível do mar, o que afetaria as numerosas áreas costeiras da região.

As dimensões do Irma fazem com que os seus ventos com força de furacão se estendam até 130 quilômetros de seu centro e os de força de tempestade tropical sejam sentidos a até 350 quilômetros.

Embaixadas e consulados em alerta

O presidente Michel Temer colocou a rede de embaixadas e consulados brasileiros em “estado de alerta” para prestar todo o apoio necessário aos brasileiros afetados pelo furacão Irma, que já atingiu o sul da Florida na manhã de hoje (10). Em uma postagem na rede social Twitter, Temer disse que está acompanhando a chegada do furacão.

“Estou acompanhando com preocupação a chegada do furacão Irma à Flórida. Minha solidariedade à comunidade brasileira e a todos os afetados. Coloquei nossa rede de embaixadas e consulados em estado de alerta para prestar todo o apoio necessário aos brasileiros afetados”, disse o presidente.

As informações são da Agência Brasil.

Artigo AnteriorPróximo Artigo