Arena Especial, Finanças Comportamentais

Prejuízo da Petrobras em 2014 é o maior entre empresas de capital aberto do país desde 1986

Arena Especial

O prejuízo da Petrobras em 2014, de R$ 21,6 bilhões, conforme balanço divulgado ontem à noite, é o maior desde 1986 entre empresas de capital aberto brasileiras. Com os valores ajustados pela inflação, é o terceiro pior resultado, segundo a empresa de dados Economatica. Este é o primeiro prejuízo da estatal desde 1991.

O levantamento da Economatica mostra que, desde 1986, a Petrobras só registrou prejuízo nos anos de 1991 e 2014. Com valores ajustados pela inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo  (IPCA), o prejuízo do ano de 1991 foi de R$ 1,16 bilhões. No ano passado, o lucro da estatal foi de R$ 25,1 bilhões.

O prejuízo deste ano se deu, principalmente, por conta da desvalorização de ativos – impairment (R$ 44,6 bilhões), da baixa de gastos adicionais capitalizados indevidamente no âmbito da Operação Lava Jato (R$ 6,2 bilhões), do provisionamento de perdas com recebíveis do setor elétrico (R$ 4,5 bilhões), das baixas dos valores relacionados à construção das refinarias Premium I e II (R$ 2,8 bilhões) e do provisionamento do Programa de Incentivo ao Desligamento Voluntário-PIDV (R$ 2,4 bilhões).

O maior lucro registrado pela empresa foi em 2008, quando ganhou R$ 46,2 bilhões.

Artigo AnteriorPróximo Artigo
Receba nossas novidades no seu e-mail.
Enviar