Apesar da crise, brasileiros estão otimistas sobre futuro financeiro, mostra BlackRock

Mesmo diante de um quadro econômico complexo, 64% dos brasileiros disseram estar otimistas sobre seu futuro financeiro, resultado acima da média mundial, de 56%, segundo levantamento global da gestora de investimentos BlackRock. Como prioridade no orçamento doméstico local, os entrevistados citaram a economia para garantir uma vida confortável na aposentadoria.

Gestão de patrimônio e finanças comportamentais são temas de cursos e palestras em abril

Como cuidar do patrimônio e o comportamento dos investidores diante de decisões importantes são temas de dois eventos que acontecem hoje e no fim deste mês em São Paulo. Uma palestra da FGV e um curso da Fipe devem abordar a gestão de recursos e finanças comportamentais.

Você conhece bem o seu parceiro financeiramente? Faça o teste!

O dinheiro é a principal causa de briga entre casais, mostra estudo da Experian. Uma pesquisa feita no Reino Unido mostrou que 56% das causas de divórcio nos últimos seis anos foi motivada por questões financeiras. E para o Dia dos Namorados, a Serasa preparou um teste especial para que você descubra se está alinhado com o seu parceiro nos planos financeiros.

Prejuízo da Petrobras em 2014 é o maior entre empresas de capital aberto do país desde 1986

O prejuízo da Petrobras em 2014, de R$ 21,6 bilhões, conforme balanço divulgado ontem à noite, é o maior desde 1986 entre empresas de capital aberto brasileiras. Com os valores ajustados pela inflação, é o terceiro pior resultado, segundo a empresa de dados Economatica. Este é o primeiro prejuízo da estatal desde 1991.

BlackRock: 75% dos brasileiros desejam poupar mais em 2015; 44% visam aposentadoria

Os brasileiros pretendem poupar mais dinheiro este ano, de acordo com uma pesquisa realizada pela gestora de recursos global BlackRock. Do total de entrevistados, 75% afirmaram que querem guardar mais recursos em 2015, outros 18% disseram que deverão manter seu nível atual, 5% devem resgatar a poupança. Os que querem guardar para a aposentadoria são 44%, o menor percentual da América Latina.

Como lidar com as armadilhas da mente que atrapalham o investidor

Para o consultor americano Jay Mooreland, os planejadores financeiros precisam levar em conta o lado psicológico de seus clientes na hora de definir suas estratégias. Ele lembra que a maioria das decisões tomadas pelos investidores têm mais a ver com a intuição e por tabela, com a emoção, do que com o lado racional da personalidade. E, em geral, essa intuição leva à resposta errada. “Temos a ilusão de saber o que vai acontecer pois já vimos aquela situação antes, mas o passado é simplesmente o que já passou, não há nada que garanta que ele vai se repetir”, observa.

Desorganizados sofrem também para lidar com dinheiro, mostra pesquisa

O grau de disciplina e comprometimento com atividades simples do dia a dia pode dizer muito sobre a relação das pessoas com o próprio dinheiro. De acordo com a pesquisa sobre Educação Financeira no Brasil, divulgada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), pessoas indisciplinadas, com hábitos “como o de estudar na véspera de provas, chegar atrasado a compromissos ou ser relapso no trabalho”, têm menos controle financeiro.

Receba nossas novidades no seu e-mail.
Enviar