Arena Especial, Imóveis

Aluguéis têm em janeiro primeira alta em 20 meses, diz Fipezap; em 12 meses, queda é de 2,9%

vista_aerea_de_sao_paulo_cidade_imoveis

Os preços de locação residenciais novas no Brasil registraram aumento nominal de 0,17% em janeiro, o primeiro aumento nominal depois de 20 meses. Apesar disso, quando comparado com o nível de janeiro de 2016, o Índice FipeZap de Locação acumula queda de 2,90%.

Levando-se em consideração a inflação medida pelo IPCA nos últimos 12 meses, 5,35%, o Índice FipeZap de Locação teve uma queda real de 7,84% no período.

A situação beneficia quem quer alugar, que pode negociar preços mais baixos, e também quem já mora de aluguel e pode negociar uma redução no valor ou um reajuste mais baixo. Já para quem investe em imóveis para alugar, os números mostram que pode ser melhor aceitar uma negociação e baixar o valor do aluguel para manter o inquilino pois o mercado está mais ofertado.

fipezapindregionaismediajan2017

Todas as cidades monitoradas pelo índice mostraram resultados inferiores à inflação nesse mesmo intervalo de tempo, sendo que apenas em Santos não houve queda nominal no preço médio de locação. Em São Paulo, a alta em janeiro foi de 0,40%, acima dos 0,15% de dezembro. Em 12 meses, porém, o aluguel na Capital paulista recua 0,92%.

Sugestão de leitura Empiricus: Os melhores fundos de investimentos

Já no Rio de Janeiro, os preços caíram 0,50% em janeiro, quase a mesma queda de dezembro, de 0,51%. Em 12 meses, os aluguéis cariocas perderam 6,48%, a maior queda entre todas as cidades pesquisadas pelo FipeZap. A explicação pode ser a forte crise financeira do governo estadual e o fim dos eventos como Olimpíada.

fipezapalugueljan2017

Comparando-se o preço médio de locação com o preço médio de venda dos imóveis, é possível obter uma medida da rentabilidade para o investidor que opta por locar seu imóvel. Trata-se de uma medida importante para avaliar a atratividade do mercado imobiliário em relação a outras opções de investimento. Em janeiro de 2017, o retorno médio anualizado do aluguel caiu para 4,3%.

fipezaprentabalugueljan2017

Os preços considerados para o cálculo do Índice se referem a anúncios para novos aluguéis. Ou seja, o Índice FipeZap de Locação não incorpora em seu cálculo a correção dos aluguéis em contratos vigentes (cujos preços são comumente reajustados periodicamente pelo IGP-M/FGV ou índices similares, de acordo com os contratos estabelecidos). Desta forma, o Índice FipeZap de Locação representa de forma mais dinâmica a evolução da oferta e da demanda por moradia ao longo do tempo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo