Arena Especial, Notícias do dia

Planos de saúde perdem 1,6 milhão de usuários em 12 meses; desde 2014, saída chega a 2,8 milhões

despesas_saude_planos_fenasaude

Pelo quinto mês consecutivo, em janeiro, os planos de saúde registraram queda do número de beneficiários. Segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o total de beneficiários dos planos de saúde no primeiro mês do ano ficou em 47.592.368, uma queda 192,2 mil beneficiários, ou 0,4%. Desde agosto do ano passado, os planos de saúde do país vêm perdendo clientes. Em janeiro de 2016, havia 49.178 beneficiários, o que significa que o sistema perdeu 1,586 milhão de usuários em 12 meses. Se comparado a  dezembro de 2014, quando havia 50,377 milhões de usuários, a queda foi de 2,785 milhões de pessoas.

As maiores quedas ocorrem nos planos empresariais por conta de demissões ou de cortes de benefícios para redução de despesas por conta da crise econômica. Dos 47,592 milhões de usuários, 31,5 milhões eram de planos empresariais, ou 66%. Como os planos individuais também estão em queda, essas pessoas devem estar agora recorrendo aos sistemas públicos de saúde.

Já em relação aos planos exclusivamente odontológicos, o levantamento feito pela ANS, mostra que houve aumento de aproximadamente 169 mil beneficiários, totalizando 22.209.112 usuários desse tipo de planos em janeiro. Alta de 0,77% na comparação com os 22.040.120 que tinham planos odontológicos em dezembro do ano passado.

Segundo a ANS, nove estados apresentaram aumento de beneficiários em planos de assistência médica na comparação com dezembro: Acre, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco, Piauí, Roraima e Sergipe.

Os planos coletivos (38.007.221) lideram o total de contratações dos planos de saúde, seguido pelos coletivo empresarial (31.534.854), individual ou familiar (9.364.517) e os coletivos por adesão (6.463.205)

De acordo com a ANS, em janeiro, a taxa de cobertura dos planos de saúde privados era de 24,54% da população. Ao todo, 818 operadoras estavam em atividade e elas disponibilizaram 17.786 planos.

Líder do mercado, a Amil registrou, em janeiro, queda de 0,34% no número de beneficiários. A Bradesco Saúde, segunda no ranking, também teve variação negativa no primeiro mês do ano. Já a Hapvida, a Notre Dame Intermédica Saúde e a Sul América, terceira, quarta e quinta do ranking dos planos de saúde, aumentaram o número de beneficiários no mês de janeiro.

Com informações da Agência Brasil

Artigo AnteriorPróximo Artigo
Receba nossas novidades no seu e-mail.
Enviar