Arena de Vídeos

Café na Arena: união Cetip Bovespa reforça monopólio e pode elevar custos, diz presidente da ATG

video5

A união entre a BM&FBovespa e a Cetip, anunciada recentemente, vai provocar uma união de dois monopólios e uma concentração de duas empresas que já têm margens muito alta, o que é muito bom para os acionistas das companhias, mas ruim para o mercado brasileiro. A avaliação é do empresário Arthur Pinheiro Machado, sócio e presidente da Américas Trading Group (ATG), empresa que está montando uma nova bolsa de valores no Brasil. A ATG entrou com uma representação no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), alegando que a BM&FBovespa dificulta a montagem da nova bolsa e que estaria adotando práticas monopolistas.

<CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR A ESSA ENTREVISTA>

Em entrevista ao Café na Arena, Machado observa que a BM&FBovespa anunciou que vai captar dinheiro no mercado para pagar a Cetip com ágio. Mas qualquer compra de monopólio em que se paga ágio nada mais é que antecipação de aumento de custo, diz o empresário. E, com o aumento de custo, há a transferência desse recurso do segmento da economia que usa o serviço para o ente privado, para distribuição de dividendo para o acionista, diz o executivo. Segundo Machado, a operação vai contra a tendência internacional de especialização das bolsas, criando o modelo do pato, que anda, nada e voa, mas não faz nenhuma dessas coisas bem.

Ele rebate as afirmações de que a BM&FBovespa não é um monopólio porque os investidores podem comprar ações de empresas brasileiras no exterior, e o argumento de que a bolsa precisa ser forte para competir com as similares internacionais. E afirma que, se tivesse a permissão da BM&FBovespa para usar sua depositária, a nova bolsa já poderia estar operando, dependendo apenas das autorizações dos órgãos reguladores.

Segundo Machado, o momento permite o lançamento de uma nova bolsa, diante do esgotamento do modelo de financiamento das empresas pelo governo via BNDES e bancos públicos.

<CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR A ESSA ENTREVISTA>

Na primeira parte da entrevista, o empresário falou sobre as dificuldades na negociação com a BM&FBovespa que levaram a ATG a recorrer ao Cade.

A ATG é patrocinadora do blog Arena do Pavini.

Artigo AnteriorPróximo Artigo
Receba nossas novidades no seu e-mail.
Enviar