Corretoras Concórdia, Planner e Spinelli se unem para compartilhar serviços de infraestrutura

As corretoras Concórdia, Planner e Spinelli criaram uma empresa, a Núcleos, para fazer o trabalho operacional de todas. “É uma quarteirização de serviços, a empresa monta soluções para as corretoras, que podem reduzir seus custos operacionais”, explica Caio Weil Villares, sócio da Concórdia.

Modalmais chega a 8 mil clientes e recebe selo para operar no atacado

Criada em outubro do ano passado, a corretora do Banco Modal chegou a 8 mil clientes em menos de oito meses, quatro vezes mais o número previsto para os primeiros 12 meses de operação. A captação em seu home broker, sistema de negociação de ações via internet, o ModalMais, já chega a R$ 200 milhões. A instituição pretende agora ampliar sua área de atuação. Neste mês, a corretora conseguiu o selo de Execution Broker da BM&FBovespa.

Corretora Guide tem novo comando no varejo e recebe selo de Retail Broker da bolsa

A corretora Guide Investimentos está de cara nova. O comando da operação de varejo está agora com Fernando Augusto Cardozo, ex-diretor-geral da corretora do Citibank e que era também responsável pela área de investimentos do banco americano. A corretora obteve o selo de qualidade de varejo, o Retail Broker, da BM&FBovespa.

Nova Futura quer ganhar mercado de profissionais e promete guerra de preços

Com a retração do comprador de ações tradicional e o crescimento dos investidores profissionais, que dedicam seu tempo a negociar no mercado o dia todo, mais corretoras passaram a oferecer serviços especializados para esse público. A XP domina esse mercado, mas concorrentes querem ganhar espaço oferecendo custos menores.

Artigo: Darwin, o mercado de capitais brasileiro e os anfíbios

Infelizmente, o mercado de capitais brasileiro está cada vez mais parecido com um ecossistema em que os anfíbios não conseguem mais sobreviver. As corretoras, assim como os “sapos”, vêm antecipando os sintomas de um ambiente cada vez mais hostil aos negócios e que agora também começam a ser observados em agentes com menor dependência do mercado de capitais.