Ações, Recomendações

Mercado se precipita e investidor deve ter cautela na bolsa, diz especialista

A 24ª fase da Operação Lava Jato, que fez buscas em endereços do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o levou para depor na Polícia Federal, provocou grandes movimentações no mercado financeiro nesta sexta-feira. O índice Bovespa chegou a superar a marca dos 50 mil pontos e o câmbio despencou, seguindo a tendência dos últimos dias. Mas na opinião do professor do Ibmec-Rio e economista da Órama Investimentos, Alexandre Espírito Santo, o momento é de cautela para o investidor.

Segundo Espírito Santo, o mercado vem assumindo uma hipótese ainda não concretizada acerca da mudança de governo, seja por um processo de impeachment contra a presidente Dilma, seja por sua renúncia ou também a impugnação da chapa governista nas eleições de 2014 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O economista acredita que a ação da Polícia Federal na casa de Lula trouxe uma euforia exagerada para os investidores, e que precisa ser revista.

Espírito Santo diz não estar completamente convencido de que as ações ocorridas hoje e a delação de Delcídio do Amaral vão surtir um efeito real no cenário político do país. Para ele, todos processos se desenvolverão de maneira lenta, e isso contribuirá para um aumento significativo da volatilidade do mercado. “Os investidores não gostam dessa volatilidade no mercado, esse é um movimento ruim para quem quer aplicar seu dinheiro na bolsa”, completou.

O professor da Ibmec-Rio aconselha que o investidor aguarde os próximos 15 ou 20 dias para que seja possível uma análise do mercado mais concreta e segura, já que a reversão rápida de cenário provoca a reação exagerada dos participantes. “Trata-se de um momento técnico de cobertura de posições, pois antes tínhamos um momento de muito pessimismo com relação ao Brasil”.

Câmbio, momento bom para compra

Com relação ao câmbio, Espírito Santo acredita que seja uma boa hora de compra, sobretudo para aqueles que planejam viagens ou necessitam de dólares para pagar dívidas. “A queda do dólar é uma boa oportunidade que o mercado está dando para aqueles que precisam comprar dólares. Para quem planeja viajar, esse é o momento de comprar metade dos dólares planejados”. Segundo os analistas da Órama Investimentos, o câmbio de equilíbrio gira em torno dos R$ 3,70 a R$ 3,80, e a cotação atual, assim como a bolsa, ainda sofrerá no curto prazo com a volatilidade.

Artigo AnteriorPróximo Artigo